COVID-19. Abrimos nossas fronteiras. Leia a informação aqui..

Procure em La Ruta Natural

Aqui você pode pesquisar na página de La Ruta Natural o conteúdo desejado.

Pesquisar:

Península Valdés

Chubut

Onde quer que você olhe, Península Valdés surpreende. Pela riqueza de sua fauna marinha, é uma das maravilhas naturais da Argentina e Patrimônio da Humanidade.

 As estrelas são as baleias-francas-austrais, que chegam para acasalar e ter seus filhotes. Há também pinguins, orcas, elefantes e leões-marinhos, golfinhos, guanacos, lebres-da-patagônia, nandus-de-darwin e uma grande variedade de aves.

 

Para observação da fauna, consulte o calendário. Recomendado para ir com a família. Cobra-se taxa de ingresso.

Para conhecer
Centro Interpretativo

O centro interpretativo fica no istmo Ameghino, na entrada de Península Valdés, e é o primeiro passo para mergulhar neste mundo natural. É um convite para conhecer a área e para organizar a visita de acordo com o que você quer ver e fazer, tendo em conta o calendário da fauna e o horário das marés.

Puerto Pirámides

É uma pequena cidade da península com opções de hospedagem e gastronomia. Daqui partem os barcos para observação de baleias (uma das empresas oferece saídas acessíveis) e outras excursões. Neste local, começam as estradas de cascalho que percorrem a península em direção a dois lugares principais para observação de paisagens e fauna: Punta Norte e Punta Cantor/Caleta Valdés.

Punta Norte

A 80 km de Puerto Pirámides, Punta Norte é uma importante colônia de leões-marinhos-da-patagônia e elefantes-marinhos. Há um centro interpretativo, mercearia e banheiros.

Especialmente entre fevereiro e maio você pode ver orcas e, bem perto, há duas fazendas que oferecem gastronomia, hospedagem e passeios.

Na Estância San Lorenzo existe uma das maiores colônias continentais do mundo de pinguins de Magalhães. A entrada é paga e a visita é feita com um guia do local.

Caleta Valdés/Punta Cantor

A 75 km de Pirámides e a 55 km de Punta Norte, existe uma importante colônia de elefantes-marinhos, uma pequena colônia de pinguins de Magalhães e, na época de reprodução, orcas. A área conta com banheiros, restaurante, venda de produtos regionais e uma fazenda que oferece gastronomia e hospedagem.

Fauna marinha: o que ver e quando

Ao planejar uma viagem à Península Valdés, é importante verificar o calendário da fauna e os locais habilitados para sua observação.

  •      De junho a meados de dezembro, as protagonistas são as baleias-francas-austrais. Elas vêm para se reproduzir e criar seus filhotes. Há passeios de barco de Puerto Pirámides para observá-las. O melhor mês é outubro.
  •     De meados de setembro a março você pode ver os pinguins-de-magalhães. No nordeste da península, na fazenda San Lorenzo (um empreendimento que oferece hospedagem e alguns serviços) há uma impressionante colônia de pinguins-de-magalhães com mais de 600.000 indivíduos, uma das maiores do mundo.
  •     Em outubro e novembro, as orcas visitam as costas, mas para vê-las é preciso ter sorte e paciência. Entre março e maio, elas podem ser vistas caçando leões-marinhos na região de Punta Norte, usando uma técnica muito particular chamada encalhe intencional: elas saem quase completamente da água para pegar suas presas. Um espetáculo único no mundo.
  •       Em julho começam a chegar os elefantes-marinhos e ficam até março; entre setembro e outubro é possível ver as brigas dos enormes machos.
  •     Todo o ano: leões-marinhos, golfinhos-de-commerson, guanacos e lebres-da-patagônia, raposas, emas, e muitas outras aves.

Para mais informação, veja o calendário de fauna

Como chegar e circular

En avión a Puerto Madryn o Trelew; en auto o micro a Puerto Pirámides o Puerto Madryn desde distintas ciudades del país. 

Hay micros regulares desde Madryn y Trelew hasta Puerto Pirámides, pero no hay transporte público dentro de la península. 

La mejor opción para recorrerla es en auto o contratando una excursión en Puerto Madryn. Los caminos internos de la península son de ripio.

Onde dormir

Con base en Puerto Madryn, una ciudad con muchas opciones de alojamiento y gastronomía, se puede visitar la península en el día. Atención: el paseo representa un recorrido total de unos 400 km.

Una alternativa más relajada y de menos tiempo de viaje es hacer base en Puerto Pirámides o Punta Norte, dentro de la península, con opciones más acotadas de alojamiento, restaurantes y proveedurías.

Mais informações